LOADING

Dicas de Inbound Marketing para LinkedIn

Dicas de Inbound Marketing para LinkedIn

O fato é: a maioria das pessoas usa o LinkedIn da maneira errada. Confira essas dicas!

LinkedIn não é novidade para ninguém e saber gerenciar bem seu perfil nas redes sociais é uma das estratégias mais eficazes para gerar tráfego (ou seja, atrair visitantes para a página).

Mas poucas empresas sabem selecionar os canais mais adequados — a maioria delas, logo se atira para o Facebook e Twitter. Lógico que você não irá desprezá-los, porém há oportunidades para lá de interessantes em outras redes.

O LinkedIn é uma prova disso!

Trata-se da maior rede social que reúne profissionais do mundo conta com 364 milhões de usuários (21 milhões deles só no Brasil).

O mais incrível não está nesse montante e, sim, na capacidade de conversão de leads.

Um recente estudo do Hubspot apontou que a rede gerou a maior taxa de conversão, quase três vezes maior que o Twitter e o Facebook. Como não amar o LinkedIn, não é mesmo?

Por isso, o blog da JAB Consultoria reuniu as 10 melhores dicas de Inbound Marketing para LinkedIn — tudo de um jeito bem prático para você fazer a sua company page se destacar na multidão!

Vamos juntos?

 

#1 Dê um tapa na página!


Lembre-se de otimizar sua company page no LinkedIn! Isso passa pelo uso de palavras-chave que são relacionadas ao seu negócio na descrição da empresa.

A estratégia é fundamental para que o público de interesse localize o seu negócio.

Cuide para não cometer erros ortográficos e opte por incluir fotos de qualidade, que expressem o seu negócio (nada de colocar imagens inadequadas, que possam traduzir errado o que representa sua empresa).  “A primeira imagem é a que fica”, não é mesmo?

#2 Propague aquilo que seu público quer ver

Deixe de lado o bom dia, boa tarde e boa noite (só na rede social, tá bem?). Como em toda rede social, precisamos compartilhar nos perfis oficiais da empresa um conteúdo relevante e útil para aquele que optou por seguir suas atualizações.

Fique de olho em assuntos do momento para publicar assuntos que possam fisgar a atenção da sua audiência.

Por exemplo: no caso de uma agência de viagens, em um contexto de queda de dólar, pode ser uma oportunidade bacana para indicar um tema sobre planejamento financeiro para a viagem.

Lembre-se sempre de colocar uma frase instigante, uma pergunta que desperte a curiosidade e, principalmente, que sirva de isca para o internauta seguir para sua página.

#3 Seja assertivo ao direcionar as postagens

Nem todos sabem mas as redes sociais possibilitam direcionar um post, para que sua comunicação seja mais assertiva.

Ao criar um post no LinkedIn, você pode indicá-lo para que seja visualizado por internautas que trabalham em empresas de determinado porte, que atuam em uma função específica e que residam na cidade de origem de sua agência de viagem, por exemplo.

Embora isso pareça limitar o alcance da publicação, na verdade, direciona aos interesses do usuário (e pode aumentar as chances de clique em seu post).

Isso permite, ainda, tornar a linguagem bem específica, seleção de fotos e por aí vai! Legal, né?

linkedin

Dicas de Inbound Marketing para Linkedin

#4 Não deixe de postar, mas não seja tagarela!

Nada de deixar a sua company page empoeirada, sem utilizar, nem fazer postagem (além de perder a oportunidade, pode pegar muito mal para a reputação da empresa).

Não existe uma regra sobre frequência mínima.

Depende, lógico, do porte e das possibilidades de compartilhamento que o seu negócio possui.

Um post diário, sendo programado em horários estratégicos, pode garantir oportunidades de atrair visitantes para sua página.

O outro extremo também é perigoso: nada de ficar postando de hora em hora!

O excesso de conteúdo pode cansar seu usuário e fazê-lo deixar de seguir suas atualizações (com certeza, não é o que você quer).

Nós falamos um pouco sobre isso em outro post aqui do blog (7 pecados em redes sociais).

#5 Trate suas postagens com bastante carinho!

Outra dica de Inbound Marketing para LinkedIn é cuidar muito bem da forma como você vai formatar seus posts. Nada de publicar aqueles textões intermináveis que nem mesmo você pararia para ler.

Evite também publicar links sem nenhuma chamadinha sequer!

Use duas frases e se lembre sempre de colocar hashtags (aquelas palavras e expressões que ajudam a posicionar sua busca e a filtrar interesses).

Outro recurso importante é a imagem que irá no post e, de vez em quando, vale fazer um teste inserindo um vídeo ou outros recurso visual (como infográficos ou GIFs, que estão bem em alta).

Observe quais posts têm dado mais resultado (tema, horário e assunto)! Saber disso pode ser valioso para replicar a estratégia em futuras postagens.

#6 Rede social é diálogo, não monólogo

Outra característica marcante das redes sociais, é que elas se consolidam como um local para diálogo e troca de experiências.

Por isso, antes de programar um post, pense nos tópicos e em como instigar um diálogo entre seus seguidores nos comentários.

Opte sempre por ser pró-ativo e interativo com seu público, evitando postagens que mais se pareçam com um monólogo.

Se seus conteúdos no LinkedIn tiverem essa característica, ligue o sinal de alerta, tá bem?

#7 Fique de olho nos grupos e outras comunidades

Os grupos profissionais são outro recurso incrível que vale como dica de Inbound Marketing para LinkedIn.

Eles são fonte de aprendizado para que você e sua empresa aprendam sobre linguagens, interesses e conteúdos que chamam atenção de potenciais clientes de sua marca.

Pesquise sobre os grupos e, principalmente, como você pode se posicionar como influenciador, a partir de participação ativa e relevante nesses espaços.

Isso aumentará a autoridade de sua empresa e, por consequência, sua audiência!

#8 Vale criar grupos de discussões?

Sim, vale e muito! Se você pesquisou e percebeu que não há grupos de discussões para aplicar essas estratégias no seu segmento, procure ser pioneiro e abra esse espaço.

Para ficar expert nisso, observe outros grupos de segmentos similares, para entender melhor como funciona a dinâmica.

Um benefício bem interessante do LinkedIn ao criar um desses espaços é que, como proprietário, você poderá enviar e-mail a todos os membros do grupo — o que amplia seus contatos focados nos interesses do seu negócio.

#9 Explore o LinkedIn Pulse

Um Inbound Marketing para LinkedIn bem completinho consiste também em aproveitar as vantagens dessa ferramenta, o LinkedIn Pulse.

Ele é um aplicativo, disponível para o sistema operacional Android iOS, que oferece aos internautas uma visualização de suas notícias, como uma espécie de mosaico interativo.

Nele, você consegue alinhar estratégias para gerar tráfego para o blog, ao possibilitar a inclusão de informações adicionais. É um recurso bem interessante para alavancar sua company page.

#10 Não perca de vista os resultados

A melhor maneira de saber se sua estratégia está sendo efetiva é observando os resultados.

Assim, você poderá traçar estratégicas que otimizem seus esforços para aquilo que realmente gere retorno.

Observe sempre as fontes de tráfego do seu site e analise o quanto a rede social está contribuindo para isso.

Caso a participação seja pequena, está na hora de revisar sua maneira de gerenciar o perfil no LinkedIn.

E, agora, está preparado para extrair mais de sua company page? 🙂

 

Deixe seu comentário
Compartilhar
Newsletter-Image

Assine a nossa Newsletter

Inscritos recebem conteúdo exclusivo

Artigos Relacionados