Como Gerar Leads para seu Blog

10 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 10 Google+ 0 10 Flares ×
Reading Time: 4 minutes

Gerar leads em blogs é possível, mas você terá que oferecer algum “valor” ao leitor para que isso aconteça

Você ouviu por aí um papo de que se fizesse duas ou três coisinhas em seu blog poderia gerar leads por meio dele, porém essa “mágica” não aconteceu? Bem, é verdade que tem muita gente ganhando leads com o conteúdo de seus blog, mas isso envolve um trabalho bem duro para determinar o que será colocado e uma total empatia com o leitor. O conteúdo serve ao leitor e nunca o contrário. E já que ele serve ao leitor, nada mais justo que tudo que for escrito seja milimetricamente pensado em como ajudar a vida daquela pessoa que dedicou alguns minutos de seu dia apenas para ler o que você escreveu.

O conteúdo tem que ser um presente para aquela pessoa, ainda que simbólico. O que não dá é a gente fazer a pessoa ler um textão que é meio que um embrulho enorme, em uma caixa enfeitada, mas que contém um mero paninho de prato com nome de vereador ou um par de meias bem sem-graça. O conteúdo precisa ser pensado para agradar a pessoa de verdade (mesmo que não agrade)! Para isso, vale pensar na frequência de investimento na relação, qualidade e, claro, estratégias para gerar conversão a serem adotadas. Abaixo separamos 5 boas técnicas para quem deseja gerar leads em seu blog:

1) Atualize o blog com frequência: cativar requer tempo

Não é criando um ou dois textos que a mágica de gerar leads vai acontecer. Leads são frutos de um relacionamento que ganhou algum tipo de maturidade. Você se lembra de quando começou a namorar? Certamente o primeiro dia em que vocês se viram deve ter sido até legal, mas definitivamente não havia a mesma maturidade que a relação ganhou quando, após algum tempo juntos, vocês tiveram que enfrentar problemas e comemorar algumas vitórias. Aí sim que vocês começaram a maturar a relação e ver se dava alguma liga mesmo entre vocês.

gerar-leads

Com o blog é a mesma coisa: o leitor precisa ter uma imersão em seu produto, serviço, características da empresa, para então saber se o que você oferece é o mesmo que ele procura e se ele está disposto a investir nessa relação. Só que isso deve ser construído, com certo investimento seu também nessa relação: entendendo profundamente o leitor, atribuindo valor em sua vida e dedicando tempo e certa periodicidade para promover esses “encontros” de comunicação entre vocês. Isso exige muita dedicação de sua parte e, claro, frequência de atualização.

2) Crie engajamento com seus leitores

Investir tempo exige investir qualidade também. Não adianta marcar encontro sempre e toda vez que chega a hora do outro falar, você deixá-lo falando sozinho. Seu público começou a visitá-lo, fazer perguntas, contar suas experiências? Então que tal se você retribuísse isso com um pouco de atenção, interesse genuíno e ensinando um pouco do que souber? É bem-educado da sua parte, além de um belo investimento nessa relação entre vocês. Ou é isso, ou o público vai acabar perdendo o interesse logo, logo…

3) Só escreva se o conteúdo for relevante para o leitor

Você tem certeza que o tema é interessante o suficiente para alguém parar para lê-lo? Quer dizer, você leria e se interessaria por seu próprio conteúdo? O conteúdo tem potencial de engajar e gerar leads?

Tenha a certeza que seu conteúdo oferece algo de valor para quem te lê: pode ser por ajudar as pessoas a ganharem mais dinheiro, resolverem problemas em seu dia a dia, aprenderem algo novo, serem informados de algo que irá interferir em seu dia a dia. No fim, não importa o valor que você decidirá agregar ao conteúdo, mas é de suma importância que sim, ele tenha um “valor” agregado que dialogue com as necessidades e objetivos de seu público.

O melhor que você pode fazer é compreender quem são as pessoas com quem pretende se comunicar e traçar pautas que sejam relevantes para elas: seja algo associado ao seu segmento, produto ou mesmo algo aleatório que está ocorrendo no mundo, mas que se relaciona com seu produto de alguma forma, seja porque ele está apto para traçar soluções ou resolver alguns destes problemas do cotidiano.

4) Utilize sempre um “call to action” em seus posts

Ótimo: você já criou uma frequência de atualização, engajou leitores e só cria conteúdos interessantes (que despertariam seu próprio interesse). Então é hora de investir em “call to action” (ou chamado para ação) e começar a gerar leads.

Em resumo, call to action é a forma que o marketing denomina um botão que incentiva algum tipo de interação do leitor, seja para que ele acesse uma página, baixe um conteúdo, preencha e envie um formulário ou, em lojas virtuais, efetue uma compra, por exemplo. O botão solicita uma ação do leitor e um alto número de pessoas que “seguirem” esse chamado para a ação será um belo demonstrativo de que sua estratégia está mesmo funcionando.

Bem, daí facilita entender a importância desse recurso. Sem ele não conseguimos mensurar tão bem quanto o leitor se envolveu com o conteúdo que criamos e se foi possível gerar leads com ele. O recurso é um medidor do interesse do público e que norteia se o leitor está disposto a amadurecer a relação conosco. Se ele “destrancar essa porta”, realizando a ação intencionada, então sim, a relação pode ganhar uma nova maturidade.

5) Espere: as coisas não são tão rápidas quanto você gostaria

Você aduba a terra, planta as sementes, rega, rega de novo, rega mais um pouco, remove ervas daninhas, rega e depois de um tempo o broto desabrocha. A gente até quer muito comer a alface assim que plantou, mas ela tem seu próprio tempo. As pessoas também. As relações também.

Poucos trabalhos e relações resultam em retorno imediato, a maioria das vezes os resultados são fruto de trabalho duro mesmo: atenção, dedicação, qualidade, periodicidade e um tantinho de paciência. Por isso, pode demorar um pouco mesmo para que os leads comecem a surgir, mas se você seguir os passos corretamente é certo que os resultados irão começar a aparecer após algum tempo e aí é só questão de manter a prática ativa e aperfeiçoada para que, mais tarde, gerar leads seja algo natural e vire rotina em seu blog.

Related Post

10 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 10 Google+ 0 10 Flares ×

Nenhum comentário

10 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 10 Google+ 0 10 Flares ×