Growth Hacking: big data a serviço de novos negócios

growth-hacking-jab-consultoria-1
2 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 2 Google+ 0 2 Flares ×
Reading Time: 3 minutes

Dados tecnológicos podem ser transformados em oportunidades de mercado. Não acredita? Então está na hora de você conhecer o Growth Hacking

No Marketing Digital, como em todas as áreas de negócios, existem caminhos curtos e longos, investidas que trazem bons resultados e aquelas que nem sempre são efetivas. Então, afinal, o que realmente está por trás do sucesso de algumas empresas? Quais os caminhos que você pode tomar para transformar sua jornada em algo mais prazeroso e efetivo?  Vou levar você por uma viagem, mostrando um pouco da regra do sucesso da internet e nuances que vão te surpreender, levando você a alcançar resultados espetaculares. Mas antes quero te contar uma pequena história.

Há cerca de 10 meses e 15 dias eu estava trabalhando como coprodutor na área de educação, e apostava todas as minhas moedas na criação de landing

pages atraentes, investindo milhares de reais em cursos para conversão e tráfego. Ainda assim, não conseguia encontrar um meio de ter uma boa retenção de clientes, tampouco aumentar minha lista de leads de maneira significativa. Acredite, comecei a criar vários perfis meus no Facebook.

Tudo isso para não passar pelo pânico do “tráfego congelado” pela possibilidade em ter uma conta bloqueada. Sim, tive uma conta “bloqueada”.

Me tornei quase que obcecado por tráfego e conversão. Quem nunca parou em frente a uma planilha com algumas siglas como CPC (Custo por clique), CPM (Custo por mil), CTR (Taxa de cliques), CPA (Custo por aquisição) e etc. flutuando na tela?

Meu dia-a-dia era assim. Naquele momento, o único caminho que eu conhecia era o do tráfego pago. Eu começava a entrar no marketing de conteúdo, esse último mais efetivo e barato a longo prazo. No entanto, como minha experiência antes do marketing veio de startups e tecnologia, eu sentia que estava faltando algo, acreditava que a exemplo de empresas do vale do silício, era possível hackear o crescimento dos meus negócios. Foi quando me deparei com o conceito de Growth Hacking. Desde então, comecei a aplicar este conceito em tudo o que eu fazia.

O termo surgiu em 2010, quando Sean Ellis, um especialista em crescimento de empresas, se viu na situação que não conseguia encontrar profissionais para ajudá-lo a alavancar o crescimento das empresas. Esses profissionais normalmente tinham um bom perfil, vinham do velho marketing, mas não tinham uma mentalidade focada no crescimento, processos inovadores e criativos.

Nascia então o Growth Hacking. Um “growth hacker” é alguém que entende muito bem de tecnologia e se dispõe a dominá-la cada vez mais. O diferencial, porém, está no fato de que esse profissional faz uso dela para o crescimento dos negócios. Tendo uma visão avançada do que é possível fazer pelos negócios, o growth hacker utiliza e organiza adequadamente todos os dados e ferramentas que a tecnologia pode lhe trazer às mãos e cria novidades com esses elementos.

growth-hacking-jab-consultoria-1

“Growth Hacking”, portanto, é um conceito novo que traduz uma maneira dinâmica e inteligente de ter ideias e soluções para crescimento de produtos, marcas e experiência com usuários, por meio da gestão inovadora de dados e tecnologia no ambiente digital, a fim de perseguir novas formas de utilizar estratégias, informações e interações em favor do desenvolvimento de negócios.

Simplificando: um “hacker” é aquela pessoa que testa os limites das regras tradicionais para, geralmente, alcançar resultados de maneira acelerada e criar algo novo. Logo, podemos dizer que um “growth hacker” é uma pessoa que utiliza de meios originais (e não convencionais) para atrair novos usuários e negócios. Esse profissional trabalha simultaneamente a percepção do público e o aperfeiçoamento e qualidade do produto. Ou seja, é um profissional que une desenvolvimento e marketing com o objetivo máximo de fazer um negócio crescer. E ele não se preocupa somente em “gerar tráfego” de entrada, mas também em reter usuários para o crescimento efetivo e prolongado de seus negócios.

Dezenas de empresas fazem uso desse conceito. Elas são grandes empresas como Airbnb, Dropbox, Canva, GetResponse, Hotmart, entre outras. Os motivos são diversos, mas o principal é crescer sua base de usuários, tornar seu produto/serviço um sucesso e consequentemente, faturar muito.

growth-hacking-jab-consultoria

Não se assuste, ao longo das nossas conversas vou trazer ainda mais detalhadamente as aplicações reais de Growth Hacking e como você já pode começar a aplica-lo no seu negócio. Antes, no entanto, vou te apresentar uma regra de ouro da internet que certamente vai mudar sua percepção sobre tudo que produzia até aqui. Vejo você amanhã, deixe seu comentário e prove que você é um Growth Hacker.

2 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 2 Google+ 0 2 Flares ×
2 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- LinkedIn 2 Google+ 0 2 Flares ×