LOADING

Acelerando o Turismo

Acelerando o Turismo

por Rodrigo Loureiro Abril 30, 2013

Acelerando o turismo. Conheça um mercado promissor para agências de viagens

Segundo o Banco Central, o turista brasileiro deixou no exterior nada mais nada menos do que US$ 1,870 bilhões em março deste ano, um recorde desde 1969. Segundo o BC, o aumento das despesas dos brasileiros em viagens internacionais está relacionado ao crescimento contínuo da renda dos trabalhadores do país nos últimos anos. E é nessa busca por viajar cada vez mais para fora que o turista brasileiro também procura novos hábitos de viagem como ter a experiência de pilotar um carro exótico. Fato que as agências de viagens brasileiras ainda não se atentaram para o potencial nicho de mercado.

Ferrari, Jaguar, Lamborghini… Com certeza todo brasileiro já sonhou em um dia pilotar uma dessas maravilhas do mundo moderno. Mas como realizar esse desejo de acelerar essas super máquinas em um país em que tudo é tão caro e que os impostos de importação são abusivos ? A resposta pode estar na sua próxima viagem para o exterior e, não se preocupe, ser rico não é necessariamente uma regra para ter acesso aos carros exóticos. Seja para Europa, Japão, Estados Unidos ou na cidade de Dubai, sempre há possibilidade de pôr em prática todo seu espírito automobilístico.

Você ainda vai andar neste carro!

Se realizar o sonho de pilotar um “Muscle Car” ou uma Lamborghini Performante no Brasil parece impossível, fazer isso fora de nossas terras tupiniquins torna-se substancialmente mais fácil. Muitas empresas são especializadas em atender turistas que querem um pouco mais de emoção. É o caso da Exotic Racing localizada em Las Vegas. A cidade “show business” além de ser procurada por brasileiros causa dos casinos e espetáculos, é também muito procurada pelos turistas que querem pilotar uma Ferrari F430 F1. A partir de US$ 299 você já pode desfrutar de 5 voltas no Las Vegas Motor Speedway, circuito de aproximadamente 2,4 km com essa máquina. Segundo a empresa World Class Driving, também localizada em Las Vegas, brasileiro é 4º maior cliente da empresa, só perdemos para os chineses, australianos e claro, para os americanos. Nesta empresa existe uma variedade de carros e passeios. Os valores começam desde US$ 499 com a opção de dirigir até 3 carros exóticos por cerca de uma hora e meia em plena autoestrada (sim! é possível acelerar muito) e podem chegar até US$ 3995 no pacote 360 Track Experience, uma espécie de overdose de Ferrari num traçado de 4,1 milhas em Monticello Motor Club – New York.

O “exotic car driver” tem em média 30 anos e percorre o mundo em busca de uma nova emoção.

E que tal viajar a Europa a bordo de um Maserati GranCabrio? A AAA Rent Cars  proporciona o prazer de dirigir esse monstro de 440 cavalos a partir de 1.200 libras ao dia (em um pacote no mínimo 8 dias). É claro que um passeio de 8 dias que custa 29 mil reais não é barato, assim como a compra de um carro desses no Brasil: R$ 920.000,00.

E por que não alugar esses carros em território brasileiro e fugir das taxas de câmbio? Seria uma boa, porém o Brasil ainda não se ligou no nicho de mercado e no potencial lucrativo desse serviço. A maioria das empresas que oferecem tal serviço aos clientes restringe-se em apenas proporcionar a sensação de estar a bordo desses luxuosos carros, sem poder dirigi-los. O passeio será conduzido por um motorista habilidoso e treinado. É o famoso “chupar bala com papel”.

E se no gramado do vizinho a grama é mais verde, surge a oportunidade para que as agências de viagens abordem essa paixão do brasileiro pelo vermelho de uma Ferrari e incluam serviços do tipo em seus pacotes de viagens internacionais. Se tais empresas negociam com parques valores de entradas para seus turistas, seria possível negociar com concessionárias que fornecem a locação de carros de luxo preços exclusivos para seus clientes.

Nos últimos anos, podemos observar que o mercado da alta velocidade cresce no Brasil com a fabricação de carros cada vez mais velozes, porém a preços sempre inacessíveis para grande parte da classe média brasileira. Se comprar um Hyundai Azera já é um sonho, imagine uma Lamborghini? Ao menos, dessa forma, o público pode matar a vontade de dirigir uma dessas super máquinas.

Deixe seu comentário
Tags:
Compartilhar
Newsletter-Image

Assine a nossa Newsletter

Inscritos recebem conteúdo exclusivo

Artigos Relacionados